Ir para o conteúdo principal
A menstruação

O período, o período, a menstruação ... o que é e como explicar para nossas filhas

Extrair de Guia prático para a saúde da mulher”(RBA Libros), do Dr. Francisco Carmona

Falar sobre menstruação em público ou mesmo com a família ainda é tabu hoje. Não temos problemas em conversar com nossos filhos e filhas sobre muitos outros assuntos, mas tendemos a evitar falar sobre menstruação, perpetuando a ignorância sobre um processo com o qual mais de 50% da população vive a maior parte de suas vidas.

Muitas famílias evitam ou atrasam o tempo para conversar com suas filhas sobre o período e às vezes deixam suas filhas adolescentes “informarem-se”, conversando com amigos ou resgatando daqui ou dali trechos de conversa ou comentários descontextualizados.

Por que evitamos falar sobre menstruação? Basicamente, porque não sabemos explicar o processo ou porque a regra ainda é um assunto tabu em nossa sociedade ou pelos dois motivos.

Porém, "desnormalizar" a menstruação, retirá-la de nossas conversas como se ela não existisse ou não saber quando determinados sintomas requerem a consulta de um profissional médico é um perigo, pois perpetua preconceitos e falsas ideias que podem afetar muito a saúde de Nossa filhas.

É falso que seja "normal" o período doer a ponto de interferir na vida da mulher, colocando-a na cama ou impedindo-a de levar a vida que deseja. "

Por exemplo, é perigoso "normalizar" o sofrimento e a dor. É falso que seja "normal" que a menstruação dói tanto a ponto de interferir na vida da mulher, colocando-a na cama ou impedindo-a de levar a vida que deseja.

Vamos explicar às nossas filhas que, ao começarem a ovular, podem sentir desconfortos antes, durante ou depois da menstruação: dores de barriga, dor de cabeça, alterações de humor e seios inchados.

Mas, atenção: é importante que eles saibam que não devem considerar normal uma dor menstrual que os obriga a ficar na cama ou os impede de frequentar a escola.

Portanto, se sua filha reclama de dores intensas que não passam facilmente com analgésicos ou antiinflamatórios (ibuprofeno ou paracetamol) ou se as regras são muito abundantes, é importante que você não hesite e vá à consulta de uma ginecologista.

O PROCESSO

Na puberdade, pouco antes de as mudanças no corpo das meninas começarem a aparecer, é no cérebro que começam a ocorrer as primeiras mudanças, quando os níveis de dois hormônios conhecidos como gonadotrofinas (LH e FSH) começam a aumentar.

Os hormônios são algo como “mensageiros químicos” que têm a função de regular e controlar funções importantes como, entre outras, o crescimento, o desenvolvimento ou a reprodução.

O aumento desses hormônios (gonadotrofinas) ocorre quando o hipotálamo, uma glândula do cérebro, estimula sua liberação. Nesse momento, os hormônios "dizem" aos ovários para começar a produzir estrogênio, progesterona e outros hormônios, que são responsáveis ​​por estimular o desenvolvimento das mamas, o crescimento ósseo e a distribuição de gordura, além de estimular os impulsos sexuais e secreções sebáceas causadoras de acne.

A cada mês, à medida que a ovulação se aproxima, o corpo gera maiores quantidades de estrogênio, que por sua vez, faz com que o endométrio (a parte que reveste o útero) acumule os nutrientes necessários para alimentar um ovo fertilizado.

O óvulo (uma célula sexual feminina) amadurece no ovário e é liberado na ovulação. Se o óvulo for fecundado, ele nidifica no útero e, se não for fecundado, o endométrio se desprende (o óvulo com ele) e é expelido pela vagina na forma de uma régua.

COMO SÃO OS PRIMEIROS PERÍODOS

A idade geralmente aceita como "normal" para uma menina atingir a puberdade é de 10 anos ou mais, mas é perfeitamente normal que a primeira menstruação chegue entre 12 e 15 anos.

Nos meses que antecedem a primeira menstruação, é comum o aumento do corrimento vaginal, um corrimento branco, bastante líquido ou levemente amarelado, em decorrência do aumento das secreções vaginais produzidas pelos estrógenos.

O período pode durar entre 3 e 7 dias, e a quantidade de sangue que é expelida em cada período também pode variar de um adolescente para outro.

A maioria das mulheres menstrua uma vez por mês, mas o ciclo menstrual também pode ser mais curto ou mais longo. Algumas mulheres menstruam a cada 21 dias, outras a cada 35 dias, mas o mais comum é que o ciclo dura entre 25 e 30 dias, e a média é de 28 dias.

No início, durante os primeiros anos, é muito comum os adolescentes terem períodos irregulares e até meses entre a primeira menstruação e a segunda. O mais comum é que a regra seja regularizada gradativamente, mas lembre-se, além disso, que o estresse, a prática de exercícios físicos ou uma alimentação inadequada podem influenciar na irregularidade das regras.

Mulher, ao seu lado

Se precisar de mais informações ou quiser fazer uma pergunta, não hesite em nos contatar:

Whatsapp: 34 934 160 606

o email: info@mulheres.es

Marque uma reunião com a nossa equipa

    Este post tem 0 comentários

    Deixar uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se você continuar a navegar você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionadas e aceitação do nosso política de biscoitos, Clique no link para mais informações.bolinhos de plugin

    ok
    Aviso de cookies
    SOLICITE UMA DATA