Ir para o conteúdo principal
Mulheres no Dia Mundial da Endometriose

Dr. Damián Dexeus apresenta estudo para tratar HPV

No último sábado, 9 de março, 5 dias após a celebração do Dia Internacional da Conscientização do Papilomavírus Humano (HPV), Dr. Damián dexeus, A diretora médica da Mulher participou do simpósio organizado pela Mayo Clinic no qual apresentou um interessante estudo sobre o tratamento das lesões causadas por infecção cervical pelo Papilomavírus Humano com um derivado do "Colorius Versicolor". Este derivado é um produto conhecido há muito tempo na medicina tradicional chinesa, mas sem tradição na medicina ocidental.

Os resultados mostram que o desaparecimento do HPV é alcançado em metade dos pacientes, enquanto apenas 17% do grupo controle o faz. O combate a esse vírus, que pode causar graves patologias como câncer cervical ou câncer cervical, é extremamente importante.

Dr. Dexeus explica a melhor estratégia contra o HPV

Hoje, 4 de março é o dia internacional de conscientização sobre o Vírus do papiloma humano. Você já sabe que esse vírus é a infecção mais comum que afeta aproximadamente, para que você tenha uma ideia do impacto que nosso país tem, 80% das mulheres sexualmente ativas.

Mas não é necessariamente sinônimo de doença, é a causa necessária e responsável para o desenvolvimento das sessões que podem ser ministradas, é um problema importante e que deve ser tratado como tal. O HPV é basicamente transmitido sexualmente, então aí temos um primeiro campo no qual devemos influenciar. A infecção é disseminada no início da vida dos pacientes.

O vírus pode ser eliminado, mas em qualquer caso, em alguns deles, entre 10 e 15%, ele vai persistir e esse é o grupo de mulheres que deve receber uma dose maior para que possamos evitar o desenvolvimento de lesões precursoras cervicais câncer para outras regiões.

A estratégia fundamental e mais eficiente é a vacinação de nossas filhas. Atualmente são vacinados no ano letivo em que completam 12 anos, na 6ª série. Esta é a melhor estratégia possível para evitar o problema de entrada. Não é a única, não devemos cair na tentação de acreditar que essas mulheres não devam mais se submeter a algum tipo de controle ginecológico, pelo contrário, é verdade que provavelmente conseguirão fazer controles posteriores, mas estão. mulheres que deveriam continuar sendo controladas. O acompanhamento é feito na consulta com citologia e colposcopia.

Minha principal mensagem é, sem dúvida, a vacinação das meninas em nosso país e o acompanhamento dessas pacientes com exames ginecológicos periódicos.

O exame ginecológico é fundamental para detectar o vírus, marque já uma consulta com o Dr. Damián Dexeus

    Marque uma consulta com o Dr. Damián Dexeus

    Concordo com a Política de privacidade

    Este post tem 0 comentários

    Deixar uma resposta

    Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se você continuar a navegar você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionadas e aceitação do nosso política de biscoitos, Clique no link para mais informações.bolinhos de plugin

    ok
    Aviso de cookies
    SOLICITE UMA DATA