Ir para o conteúdo principal

Triagem pré-natal

Triagem pré-natal na melhor clínica ginecológica de Barcelona

Quando falamos sobre um Triagem pré-natal o triagem estamos falando de um teste que nos permite identificar aquelas grávidas com alto risco de sofrer de um distúrbio específico, com o objetivo de último a iniciar uma investigação mais completa ou tomar medidas preventivas diretas.

Entre a população geral de gestantes visualmente saudáveis, aquelas que apresentam maior risco de o feto ser portador de uma doença cromossômica, que poderia ser reconhecida por um teste diagnóstico. Recomenda-se o uso conjunto de PAPP-A, BHCG livre, como exames bioquímicos, TN (Translucência Nuchal) e idade materna, como rastreamento de doenças cromossômicas no primeiro trimestre de gestação.

En Barcelona Feminina nós fizemos o triagem pré-natal para a detecção de anomalias cromossômicas.

A incidência de anormalidades cromossômicas é 4-5% de tudo gravidezes, sendo responsável por uma elevada letalidade embrionária e fetal. Eles constituem 1-2% de todos defeitos congênitos. São de dois tipos: autossômicos (alterações numéricas e estruturais) e sexuais. Eles são diagnosticados por métodos invasivos, como amniocentese ou biópsias coriônicas.

A triagem combinada é um teste de triagem realizado no primeiro trimestre da gravidez em todas as gestantes para detectar as gestações com maior risco de alteração cromossômica fetal.

É um teste não invasivo (sem risco para a mãe ou para o feto), que é realizado a partir de uma amostra de sangue da mãe e de uma ultrassonografia fetal e é oferecido a todas as mulheres.

A prova

O risco de cromossomopatia (alteração dos cromossomos) é obtido pela combinação de marcadores bioquímicos presentes no sangue materno e ultrassonografia de primeiro trimestre. O rastreamento oferece uma probabilidade estatística personalizada de que o feto pode ter um defeito cromossômico (como trissomia do cromossomo 21 e outras anormalidades).

É normalmente realizada entre a 8ª e a 10ª semana. Nesta extração, dois valores bioquímicos no sangue da mãe são analisados: a fração beta do hormônio da gravidez (BHCG) e o valor da proteína placentária associada à gravidez (PAPP - PARA). O jejum não é necessário para realizar esta extração.

A ultrassonografia é realizada entre 11,3 e 13,6 semanas de gestação. É um dos três ultrassons recomendados pela Sociedade Espanhola de Ginecologia e Obstetrícia (SEGO) e um dos mais importantes durante a gravidez. Durante este ultrassom, diferentes aspectos serão avaliados:

  • Datação da gestação, medindo o comprimento do feto (CRL).
  • Estudo anatômico fetal precoce.
  •  Avaliação de marcadores de doenças cromossômicas: translucência nucal (acúmulo de líquido ao nível do pescoço fetal e presente em todos os fetos. Estudos internacionais mostraram que os fetos com síndrome de Down tendem a ter um maior acúmulo de líquido ao nível desse espaço) e outros marcadores secundários, como o presença de osso nasal, onda do ducto venoso e regurgitação tricúspide.

Para un correcto cálculo del cribado, es necesario tener en cuenta otros factores de la mujer embarazada: raza, peso, eventual embarazo gemelar, patologías maternas (diabetes insulino dependiente), hábitos maternos (tabaquismo) o si el embarazo se ha conseguido por técnicas de reprodução assistida. A introdução desses fatores no cálculo da triagem permite fazer pequenas correções que melhoram a precisão do cálculo do risco.

Calcule a partir do risco

Normalmente, um software de computador calcula o índice de risco usando todas as variáveis ​​maternas e fetais inseridas. O cálculo dos riscos de trissomia 21 (síndrome de Down), 18 (síndrome de Edwards) e 13 (síndrome de Patau) será feito a partir do risco conferido pela idade materna e modificado de acordo com o desvio dos dados ultrassonográficos e dos bioquímicos introduzidos.

No caso de um resultado de alto risco, um teste invasivo, biópsia coriônica ou amniocentese será oferecido para confirmar ou descartar o diagnóstico suspeito.

Atualmente, este teste é considerado de escolha para todas as gestantes, apresentando uma taxa de detecção de trissomia 21 (síndrome de Down) em torno de 90% com uma taxa de falso positivo de 5% (casos que pelo teste seriam de alto risco quando de fato não há doença cromossômica).

Conheça nossos especialistas em triagem pré-natal

Dra Laura Cortés da Womens Barcelona especialista em obstetrícia e ginecologia.

Dra. Laura Cortes

Especialista em obstetrícia e ginecologia
Dra. Maddalena Santirocco da Clínica Feminina, especialista em Ginecologia e Obstetrícia

Dra. Madalena Santirocco

Especialista em ultrassom obstétrico e medicina fetal.

Marcar uma consulta

    Concordo com a Política de privacidade

    Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se você continuar a navegar você está dando seu consentimento para a aceitação dos cookies acima mencionadas e aceitação do nosso política de biscoitos, Clique no link para mais informações.bolinhos de plugin

    ok
    Aviso de cookies
    SOLICITE UMA DATA